04
Dez 07
Alguns cuidados simples evitam acidentes.

Escolha o brinquedo de acordo com a idade e o desenvolvimento da criança a que se destina. Antes de comprar, leia todos os avisos e instruções. Se estes não existirem ou não estiverem em português, opte por outro brinquedo.

Na loja, peça para abrir a embalagem e veja o brinquedo. Se não puder fazê-lo, analise-o em casa. Passe a mão pelas arestas, pontas e bordos. Se for para uma criança até 3 anos, verifique se existem peças pequenas facilmente destacáveis (por exemplo, rodas, olhos ou pêlos). Se for um boneco com costuras, certifique-se de que está bem cosido e a criança não tem acesso ao enchimento.

Evite brinquedos com cordas ou fios compridos, em especial quando se destinam aos mais novos. Caso as crianças os enrolem à volta do pescoço, podem ficar com dificuldade em respirar ou até sufocar.

Para uma boa utilização de patins, skates, trotinetas ou bicicletas, compre também o capacete, cotoveleiras e joelheiras. Além disso, ensine as crianças a não andar de bicicleta na estrada.

Já em casa, antes de dar o brinquedo à criança retire-o da embalagem e coloque-a no lixo. Contudo, anote ou guarde a identificação e morada do fabricante ou importador. Se ocorrer algum acidente, poderá precisar dela.

Se tiver filhos de diferentes idades, evite que os mais novos utilizem os brinquedos dos mais velhos. Faça uma revisão periódica dos brinquedos e deite fora os que estiverem danificados.

Depois do divertimento, ensine as crianças a arrumar tudo numa caixa. Os brinquedos abandonados podem tornar-se numa armadilha, provocando quedas.

Se, apesar de todos os cuidados, comprar um brinquedo perigoso, utilize o nosso formulário de denúncia on-line.

In DECO-PROTESTE

publicado por SoniaGuerreiro às 19:21

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
21
22

23
24
25
28
29

30
31


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO