14
Abr 08

Vacina para cancro da mama reduz morte em 50 por cento

Investigação dos Estados Unidos testa vacina que ajuda a evitar cancro recorrente

Uma equipa de investigadores dos Estados Unidos está a testar uma vacina para o cancro da mama, cujos primeiros resultados sugerem que reduz em 50 por cento o risco de morte em cancros recorrentes. A vacina foi criada para combater o tipo de cancro da mama onde existe uma elevada expressão da proteína HER2, que representa um quarto dos casos desta patologia e é tido como o mais mortal.

Segundo a agência Reuters, o estudo foi realizado com 163 mulheres. E, se for validado num teste mais alargado, poderá vir ser uma nova forma de tratar esta patologia, adianta Linda Benavides, líder do estudo realizado no Brooke Army Medical Center, Texas.

Os cientistas testaram a vacina em mulheres com elevados níveis de HER2 e também com baixos níveis desta proteína. Ao final de 30 meses de acompanhamento, os cientistas concluiram que a vacina reduz o risco de morte, em todas, em cerca de 50 por cento, sendo que nenhuma mulher do grupo com baixos níveis da proteína morreu neste período.

O trabalho, apresentado numa reunião da Associação Americana para a Pesquisa do Cancro mostrou também que houve uma recorrência da doença em 10.7 por cento das doentes com baixos indíces de HER2, comparativamente com 18.2 por cento do grupo de controlo. A equipa pretende agora testar a vacina num grupo de 700 mulheres. 


 

In Sapo Saúde

publicado por SoniaGuerreiro às 15:24

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
16
17
18
19

20
21
26

27
29
30


subscrever feeds
Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO