15
Fev 07

O pediatra catalão acredita que uma criança ensinada a dormir é “mais feliz, tem melhor aproveitamento escolar e mais saúde”.

Aprender a dormir desde o berço é um passo fundamental para uma vida saudável. A garantia é dada pelo pediatra catalão Eduard Estivill, especialista em perturbações do sono, que há 15 anos descobriu um método para ajudar milhares de famílias a curar a insónia dos seus filhos.
 
O livro “Método Estivill”, lançado recentemente em Portugal pela Dom Quixote, é um guia prático que ensina os pais a habituarem os seus filhos a dormir um sono prolongado. O hábito de dormir deve acompanhar a criança desde os primeiros meses de vida, por isso Estivill defende que aprender a dormir correctamente é tão importante como aprender a comer bem. Quando o ensino é executado de forma correcta, as crianças entre os 6 meses e os 5 anos aprendem este hábito fundamental para o seu desenvolvimento em apenas uma semana.
Com mais de um milhão e meio de livros vendidos só em Espanha, o pediatra catalão e responsável pela Unidade de Alterações do Sono no Instituto Dexeus, em Barcelona, assegura que o seu método assenta em estudos científicos concretos, apresentados em congressos e publicados em revistas médicas conceituadas.
Um método inovador
Aos 7 ou 8 meses, 70% das crianças têm o seu relógio biológico em pleno funcionamento, o que os leva a dormirem sonos contínuos ao longo da noite. Porém, os restantes 30% precisam de aprender rotinas ou hábitos do sono. É, sobretudo, aos pais destas crianças que o “Método Estivill” se destina.
Mais importante do que aplicar correctamente os passos explicados no seu último livro, traduzido em 18 idiomas – no qual também é oferecido um CD com a explicação do método em 20 minutos –, é a forma como “os pais transmitem esses ensinamentos aos seus filhos”, refere o autor.
“Uma criança a quem o método seja ensinado correctamente consegue dormir bem, é mais feliz, menos ansiosa, tem melhor aproveitamento escolar e mais saúde”, garante.
No livro ou no CD, os pais encontram pequenos truques para porem os seus filhos a dormirem sozinhos. O primeiro desafio consiste em dar-lhes elementos externos, uma chupeta ou um boneco, que os irão acompanhar durante o período de descanso. O que não pode acontecer é “darmos-lhes coisas para dormir que depois lhes retiramos, como a mão do pai ou da mãe”, explica o pediatra.
Assim, a criança deve ser deitada todos os dias à mesma hora, com a chupeta e o boneco, e os pais devem falar-lhe num tom muito suave, explicando-lhe que ficará sozinha mas que eles nunca a abandonarão. É essencial que se sinta segura. Após deixarem o quarto do filho, os pais devem aguardar um minuto e, se ele reclamar porque ainda não sabe dormir sozinho, devem voltar a entrar e fazê-lo sucessivamente, sempre em curtos intervalos, até que adormeça. “É vital que os pais não toquem na criança durante este processo e que não cedam às suas reclamações que visam apenas chamar a atenção dos adultos”, avisa o pediatra.
Segundo Eduard Estivill, uma vez aplicado correctamente, “o método é infalível” e a criança conseguirá “dormir ciclos de 10, 11, ou 12 horas seguidas”. O mesmo se aplica a crianças de 4 ou 5 anos, sem hábitos de sono construídos. “A única diferença é que os pais terão de ser melhores professores”

Eduard Estivill ao Expresso

publicado por SoniaGuerreiro às 14:30
tags:

comentários:
e eu ando com tanta falta de sono....
Isa a 28 de Fevereiro de 2007 às 12:06

n se escreve nada por aqui???
isa a 2 de Março de 2007 às 16:15

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO