12
Abr 07

Em Portugal, registam-se 5 mortes por mês, colocando Portugal acima da média mundial.

As vítimas de violência doméstica são homens, pessoas idosas, crianças e jovens; são pais, avós, filhos e cônjuges ou companheiros ou namorados, mas são sobretudo mulheres...

A violência doméstica continua marcada por ser uma violência contra o género feminino.

O indicador de Violência Doméstica das Estatísticas da APAV 2006 revela que chegam à APAV (na sua rede nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima e número nacional 707 2000 77) 16 mulheres vítimas de violência por dia, 112 por semana.

Mulheres (In)visíveis

Segundo o estudo "Mulheres (In)visíveis" da Amnistia Internacional, divulgado em Outubro de 2006, o número de queixas de violência doméstica aumentou 17% em 2005, relativamente ao ano anterior, num total de 18192 de queixas formalizadas junto da PSP e da GNR.

De acordo com o relatório registam-se cerca de 5 mortes por mês e 40% dos agressores têm entre idades entre os 25 e os 45 anos, o que demonstra não haver alterações "em paradigmas comportamentais e sociais muito enraizados em Portugal".

Entre as formas mais comuns de violência doméstica estão Maus tratos psíquicos (32,5%), violência física (32,2%), ameaças (20%), violação (1,2%) e homicídio (0,06%).
Embora percentualmente mais irrelevante neste estudo, a questão do homicídio revela dados assustadores indicando que, anualmente, quase 60 mulheres são mortas pelos seus companheiros. Este padrão mensal de cinco mortes coloca Portugal acima da média mundial de três mortes por mês.

Primeiro semestre de 2006: 9.679 casos de violência doméstica
segundo dados da GNR E PSP divulgados em Novembro

Nos primeiros seis meses de 2006, a GNR e PSP registaram uma média de 50 casos de violência doméstica por dia. Ao todo registaram-se 9.679 casos de violência doméstica, ou sejamais 1.674 casos em relação ao mesmo período de 2005.

A PSP registou mais 1.500 casos de violência doméstica do que no ano passado, num total de 5.501 casos, enquanto a GNR registou mais 174 num total de 4.158 casos. A maioria dos casos de violência doméstica são entre cônjuges (3.941) e também contra crianças (4.158).

Segundo as fontes policiais houve também um aumento do número de participações. Tal poderá ser explicado devido à maior visibilidade do problema, à crescente percepção social e consciencialização dos direitos por parte das vítimas.

In Mulher.sapo

publicado por SoniaGuerreiro às 12:09
tags:

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
18
19

22
23
25
26
27
28

29
30


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
blogs SAPO