24
Mai 07

 
- Criança passageiro - Até aos 18 meses


Segurança rodoviária
Cadeirinhas 0-13kg
Cadeirinhas 0-18kg
E como é que eu vejo a criança?


O bebé tem o pescoço muito frágil e a cabeça grande e pesada (ver "Porque é que o risco é maior nas crianças"), pelo que pode sofrer ferimentos muito graves com grande facilidade.

Deve por isso viajar sempre numa cadeirinha voltada para trás. Assim, num choque frontal, a cabeça, o pescoço e as costas da criança serão amparados uniformemente pela cadeirinha. Estas cadeiras protegem melhor que qualquer outro tipo de cadeira - em caso de acidente podem salvar a vida de 9 em cada 10 crianças.


Cadeirinhas 0-13 kg (Grupo 0+)

São habitualmente chamadas "cadeiras portáteis" e utilizam-se sempre voltadas para trás. Podem ser instaladas no banco da frente ou no de trás, utilizando um cinto de 3 pontos. Não podem nunca ser instaladas num lugar que tenha um airbag frontal activo.

São as cadeiras mais indicadas para os recém-nascidos e bebés pequenos, pois nestas cadeiras o bebé não viaja demasiado direito e vai bem aconchegado e confortável.


São preferíveis em relação às alcofas para automóvel onde a criança viaja deitada, pois nas alcofas, o bebé não é bem amparado e a maioria dos embates são transformados em choques laterais, que são muito mais perigosos para o bebé.



Cadeirinhas 0-18 kg (Grupo 0+/I)

A maior parte das crianças fica grande demais para a cadeira 0-13 kg antes de atingir os 13 kg. Quando isso acontece é necessário mudar para uma cadeira 0-18 kg voltada para trás.

Tal como as anteriores, as cadeiras 0-18 kg, utilizam-se à frente ou atrás, num lugar com cinto de 3 pontos e sem airbag frontal activo. Devem ser sempre utilizadas voltadas para trás, pois apenas nesta posição protegem convenientemente uma criança com menos de 18 meses.

Não se preocupe quando a criança começar a bater com os pés no banco do automóvel ou quando começar a ter as pernas um pouco dobradas. Isto não é desconfortável nem pouco seguro. Continue a utilizar a cadeira voltada para trás – é a protecção mais segura.

Nas cadeiras 0-18 kg a criança já viaja completamente sentada, pelo que estas não são adequadas para os bebés com menos de 6 a 9 meses.



E como é que eu vejo a criança?

É possível ver uma criança que viaja no banco de trás voltada para trás sem sequer se distrair da sua condução. Para isso basta utilizar um espelho especial que se vende em lojas de puericultura e alguns concessionários de marcas de automóveis. Este espelho é instalado na parte de trás do automóvel e permite que o condutor consiga ver a criança no retrovisor.
Como a criança também vê o pai ou mãe (o condutor), também poderá ir mais tranquila e sossegada.

 

 

Depois dos 18 meses


Viajar voltado para trás até quando?
Cadeirinhas dos 0-18kg voltadas para trás
Cadeirinhas dos 0-18kg voltadas para a frente
Cadeirinhas dos 9-36kg ou 15-36kg
Bancos elevatórios

A utilização de cadeirinhas é indispensável até a criança ter 1,5 m de altura ou 36 Kg de peso, o que geralmente acontece entre os 8 e os 12 anos. Nunca deixe de utilizar uma cadeirinha demasiado cedo - estará a pôr em risco a vida da criança.



Viajar voltado para trás, até quando?

Viajar voltado para trás é a melhor protecção que podemos dar aos nossos filhos, pelo que os devemos manter nesta posição até o mais tarde possível – até aos 2 anos ou 2 anos e meio, é muito recomendável. Infelizmente, com as cadeiras que existem em Portugal, isto não é possível para todas as crianças.

Pelos menos até a criança completar os 18 meses, deve viajar sempre voltada para trás. Devido ao seu pescoço frágil e ao elevado peso e tamanho da cabeça, só assim ela irá bem protegida.

Algumas cadeiras permitem, em alguns automóveis, viajar com as crianças voltadas para trás até aos 3 anos sem qualquer problema – é esta a regra em países como a Suécia (o pais com a taxa de mortalidade mais reduzida da Europa). Contacte a marca do seu automóvel para saber se existe uma destas cadeiras para o seu carro.


Cadeirinhas 0-18 kg voltadas para trás (Grupo 0+/I)

É a mesma cadeira que a criança já usava antes de ter 18 meses.

É natural que a criança tenha os pés a bater no banco do automóvel e as pernas um pouco dobradas. Isto não é desconfortável nem pouco seguro. Utilize esta cadeira voltada para trás até o mais tarde possível - é a protecção mais segura.



Cadeirinhas 0-18 kg ou 9-18 kg voltadas para a frente (Grupo 0+/I e I)

Deve evitar utilizar as cadeiras 0-18 kg voltadas para a frente, bem como as cadeiras 9-18 kg. Estas cadeiras são muitas vezes incompatíveis com os automóveis e são sempre muito difíceis de instalar correctamente.

Para que a cadeira proteja bem a criança, é necessário que esteja fixa ao automóvel sem qualquer folga – quando tentar abanar a cadeira, ela não deverá ceder. Para que isto seja possível, a cadeira tem que se adaptar bem ao banco do automóvel, terá que ter um travão de cinto incluído na sua estrutura (e não preso por um fio) e terá que ser muito bem instalada – um adulto deve ajoelhar-se na cadeira para a comprimir bem contra o banco do automóvel, enquanto outro puxa o cinto de segurança por forma a retirar todas as folgas. Siga as instruções de montagem do fabricante com toda a atenção.

Além disto é muito importante que a criança vá muito bem apertada pelos cintos internos da cadeira.

Se não conseguir que estas cadeiras fiquem perfeitamente instaladas no seu automóvel, opte por uma cadeira 9-36 kg ou 15-36 kg (cadeira de apoio) de tamanho apropriado – estas são mais eficientes e muito mais fáceis de usar. Não hesite em devolver à loja uma cadeira 0-18 kg que não proteja bem o seu filho – é um direito do consumidor consagrado na lei. Lembre-se porém que as devoluções têm que ser feitas no prazo de 1 semana, que terá que apresentar a factura e que a cadeira terá que estar em estado de ser novamente comercializada.

A utilização das cadeiras 0-18 kg voltadas para a frente e de cadeiras 9-18 kg é ainda desaconselhável se a criança tiver mais de 2 anos e meio pois a criança já começa a ficar demasiado grande para a cadeira e esta já não a protege bem.



Cadeiras 9-36 kg ou 15-36 kg (Grupos I/II/III e II/III)

São as cadeiras de apoio, onde o cinto de segurança do automóvel segura a criança e a cadeira simultaneamente. Estas cadeiras protegem muito melhor que o cinto de segurança utilizado sozinho, pois permitem que, em caso de acidente, o cinto segure a criança pela bacia e pelo ombro, em vez de o fazer pela barriga e pelo pescoço.

As cadeiras de apoio dos 9-36 kg, são indicadas a partir dos 18 a 24 meses, dependendo da altura da criança.

As cadeiras dos 15 aos 36 são indicadas a partir dos 3 anos ou
15 kg.


 As cadeiras de apoio são leves e práticas. Adaptam o cinto de segurança do automóvel ao corpo pequeno da criança, aumentam o conforto e dão-lhe apoio quando adormece. Para além disso, como elevam a criança, permitem que ela veja melhor e viaje mais satisfeita.

Escolha um modelo com um encaixe para a parte diagonal do cinto de segurança que possa ser regulado em altura. Assim o cinto ficará sempre ao meio do ombro da criança à medida que ela for crescendo. Prefira também modelos com bons apoios laterais para a cabeça.



Correcto Perigoso
Cinto demasiado baixo
Perigoso
Cinto demasiado alto


Se escolher um modelo com as costas destacáveis (cadeira que se transforma num banco elevatório) não terá que comprar mais cadeirinhas até a criança ter 1,5 m de altura, 12 anos
ou 36 kg.

Bancos elevatórios (grupo III)

Aos 7 ou 8 anos poderá utilizar apenas o banco elevatório se o cinto de segurança já não incomodar a criança no pescoço, mas pode também continuar a usar a cadeira 9-36 kg ou
15-36 kg se esta for suficientemente alta.

Se o seu carro não tiver encostos de cabeça nos bancos de trás, poderá ser melhor continuar a utilizar a cadeira de apoio completa para que a criança tenha o pescoço protegido em caso de choque por trás.


Não deixe de utilizar a cadeira de apoio ou banco elevatório antes de a criança ter 1,5 m de altura, 12 anos ou 36 kg - Só assim o cinto ficará correctamente colocado na bacia e não sobre a barriga.

 

 

Cuidados a ter na compra das cadeirinhas


A etiqueta de aprovação
Exprimente a cadeirinha
Cadeiras 0-13kg
Cadeiras 0-18kg
Cadeiras 9-18kg
Cadeiras 9-36kg e 15-36kg

Uma cadeirinha tem que estar aprovada de acordo com a norma internacional mais recente
(R 44/03), deve ser indicada para a idade, altura e peso da criança e adaptar-se bem ao seu automóvel. Só assim é possível ter a certeza de que, se utilizada de acordo com as instruções, a cadeirinha oferece alguma protecção em caso de acidente.

Lembre-se ainda que as crianças devem ser transportadas no banco de trás e, em geral, as cadeirinhas têm que ser instaladas num lugar equipado com um cinto de segurança de 3 pontos – se não dispuser de cintos de segurança de 3 pontos, verifique junto da marca do seu automóvel se é possível instalá-lo.



A etiqueta de aprovação

Esta etiqueta indica que a cadeira foi testada e aprovada de acordo com a norma internacional. O número de aprovação terá que começar pelos algarismos "03" – é a indicação de que foi utilizada a norma mais recente.

A etiqueta dá ainda indicações sobre o tipo de cadeira. Ela terá que ser "Universal" para que possa ser utilizada na maior parte dos automóveis e o peso da criança terá que estar dentro do intervalo indicado.

No entanto, estas referências são meramente indicativas. Não é possível garantir que as cadeiras universais se adaptam bem a todos os automóveis e por outro lado, há que considerar a idade e o tamanho da criança e não apenas o seu peso para escolher a cadeira adequada. Experimente sempre a cadeira no seu automóvel e com a criança antes de a comprar.

Se não souber qual a cadeira certa para a idade do seu filho, procure na página anteiror



Experimente a cadeirinha com a criança no automóvel

Antes de comprar qualquer cadeirinha, experimente-a no seu automóvel e de preferência, com a criança que a vai utilizar. Evitará assim a desagradável surpresa de, após ter feito a compra, descobrir que afinal a cadeirinha não se adapta ao seu automóvel, não é adequada para a sua criança, ou que ela não fica confortável. Se utilizar mais que um automóvel para o transporte da criança, experimente a cadeira em todos eles.

Mesmo depois de já a ter comprado, não hesite em devolver à loja uma cadeira que não se adapte bem ao seu automóvel ou à sua criança – é um direito do consumidor consagrado na lei. Lembre-se porém que as devoluções têm que ser feitas no prazo de 1 semana, que terá que apresentar a factura e que a cadeira terá que estar em estado de ser novamente comercializada.



Cadeiras 0-13 kg

Antes de comprar, verifique se o cinto de segurança do automóvel tem comprimento suficiente para fixar a cadeira ao automóvel tal e qual como é indicado nas instruções. Se assim não for, opte por outra cadeira pois esta não vai oferecer segurança à criança.

Verifique se é possível ajustar a altura dos cintos internos da cadeira. Assim poderá subi-los à medida que o bebé for crescendo, pelo que ele irá mais confortável e mais seguro.

A cadeira deverá ainda ter instruções de utilização e limpeza claras.



Cadeiras 0-18 kg

As cadeiras 0-18 kg podem ser utilizadas voltadas para trás ou voltadas para a frente, mas devem estar sempre voltadas para trás até a criança ter, pelo menos, 18 meses.

Antes de comprar verifique se é possível ajustar a altura dos cintos internos da cadeira. Assim poderá subi-los à medida que a criança for crescendo, pelo que ela irá mais confortável e mais segura. Veja ainda se os cintos internos são fáceis de apertar e folgar e verifique que é possível ajustá-los bem à criança.

Experimente a cadeira voltada para trás no automóvel e verifique se o cinto de segurança tem comprimento suficiente para fixar a cadeira. O cinto de segurança tem que fazer o percurso pelos encaixes azuis tal como indicado nas instruções.

Veja ainda se não fica nenhum espaço entre o cinto de segurança e encaixes azuis da cadeira – só assim é possível garantir que a cadeira fica bem fixa ao automóvel, que não tomba nas curvas e que funciona bem em caso de acidente.

A cadeira deverá ainda ter instruções de utilização e limpeza claras.

Deverá experimentar também a cadeira voltada para a frente, para o caso de mais tarde vir a utilizar esta cadeira voltada para a frente (nunca antes de a criança ter 18 meses). Tenha no entanto em atenção que estas cadeiras podem ser muito difíceis de instalar correctamente voltadas para a frente e que, por isso, pode ser preferível utilizar logo uma cadeira 9-36 kg quando a criança passar a viajar voltada para a frente.

Verifique se a cadeira tem um travão para o cinto de segurança incorporado na própria cadeira para utilização quando a cadeira for voltada para a frente. Os travões que estão presos à cadeira por um fio não permitem quase nunca uma boa fixação da cadeira ao automóvel, pelo que não são recomendáveis.

Depois de instalar a cadeira voltada para a frente no automóvel e retirar a folga na fixação, agarre numa parte sólida da cadeira e tente abaná-la de um lado para o outro – a cadeira deve estar bem fixa e sem quaisquer folgas, pelo que não a deverá sentir abanar. Puxe também a cadeira para a frente com força – se a cadeira estiver bem instalada, não deverá ser possível separá-la do banco do automóvel.

Se a cadeira não ficar bem fixa é porque não se adapta bem ao seu automóvel. Nesse caso deverá procurar um outro modelo de cadeirinha.



Cadeiras 9-18 kg

Quase todas as cadeiras com esta aprovação são pouco aconselháveis. Elas só podem ser voltadas para a frente e a criança necessita de viajar voltada para trás pelo menos até aos 18 meses. Prefira as cadeiras 0-18 kg em vez das 9-18 kg.



Cadeiras 9-36 kg e 15-36 kg

Para que seja possível um bom ajuste do cinto de segurança ao ombro da criança, a cadeira tem que ter uma guia para a faixa diagonal do cinto ajustável em altura. De preferência esta guia deve estar colocada no interior das costas da cadeira ou na base do encosto de cabeça e não lateralmente ou apenas presa por uma fita. Experimente a cadeira no automóvel com a criança e verifique se consegue ajustar correctamente a altura do cinto (este deve passar a meio do ombro da criança).

Se a cadeira vai ser utilizada por uma criança com menos de 3 anos, verifique ainda se existe uma pinça presa à cadeira, para bloquear a parte de baixo do cinto de segurança. Assim, a criança não poderá folgar o cinto, não correndo assim riscos desnecessários.

Quanto mais altas forem as costas da cadeira, até mais tarde poderá utilizar a cadeira com as costas, aumentando a segurança e conforto da criança.

Prefira modelos leves e fáceis de transportar para que seja fácil mudar a cadeira de um carro para outro.

Em que lugar deve viajar a criança?

Os lugares de trás são os mais seguros, por isso, prefira sempre transportar as crianças atrás e com cadeirinha. Coloque as cadeirinhas de forma a que as crianças entrem no automóvel sempre pelo lado do passeio.

Só deverá transportar uma criança no banco da frente em último recurso (ex: carros de 2 lugares). Nesse caso chegue o banco do automóvel totalmente atrás, para proteger a criança do airbag. Nunca se esqueça da cadeirinha!

Nunca poderá transportar uma cadeirinha voltada para trás no lugar da frente que esteja equipado com um airbag activo. Nesse caso, se não houver banco de trás, não poderá transportar a criança no automóvel.


Regulação dos cintos internos

Nas cadeiras que têm cintos internos é muito importante que estes estejam sempre bem ajustados. Ajuste-os de forma a que não fique uma folga superior a um dedo entre os cintos e os ombros da criança. Se a folga for mais elevada, a criança poderá ser "cuspida" para fora da cadeira e para fora do automóvel se acontecer um acidente.

In http://www.apsi.org.pt/

publicado por SoniaGuerreiro às 16:57

comentário:
uma boa dica...para quem tem crianças
Isa a 29 de Maio de 2007 às 15:24

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
16
17
18
19

21
23
25
26

28
31


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO