18
Jul 07

Estou um pouco saturada desta situação, por isso vou deixar aqui o meu desagrado.

Nas Neves, aldeia onde habito, uma freguesia, pertinho de Beja, toda a gente, tem um "caozinho".

Posto isto, e dado à situação, estou completamente saturada da mer.... dos caezinhos dos vizinhos.

Eu também tenho, mas não anda na rua a ladrar atrás de ninguém nem a fazer as suas necessidades fisiológicas às portas de casa, nem nas rodas dos carros, de ninguém.

O meu, quer dizer a minha (é cadela) está no meu quintal, a guardar a casa, e todas as maldades que tem que fazer, nós assumimos as consequências e as respectivas limpezas.

Só que a mentalidade das pessoas não evolui, por isso de manhã, acordam, abrem a portinha de casa ou do quintal e o cão ou cães (sim, porque há muito boa gente, que tem dois, três e quatro caezinhos em casa)lá vão para a sua vidinha de cão!!!!

 

Eu não tenho nada a ver que as pessoas tenho 2, 3, 4 ou mais cães em casa, o que me chateia é todos as vezes que entro e saiu da minha casa, ou é fezes liquidas ou sólidas, ou á porta ou nas redondezas, é um pivete que não se pode, por mais desinfectantes que deite, não adianta, está entranhado, estou tentadissima em fazer uma cartinha á Junta de Freguesia, para fazer queixa desta situação, não se admite nos dias de hoje!!

Para agravar ainda mais a situação, vive em frente á minha casa, um idoso, um tanto ou quanto transloucado, que tudo quanto come, come sentado á porta de casa, logo, tudo o que é cascas e porcarias, joga para a estrada. Escusado será dizer que os cães não largam a zona, é zona de restauração gratuita.

No meu ver ainda há pouca sensibilização no que consiste em levar o cãozinho á rua e o respectivo dono limpar os seus dejectos, mas na carta que irei fazer á Junta de Freguesia, vou aconselhar que elucidem os habitantes para esta situação, se não qualquer dia em vez de aldeia, vivemos todos num canil.

Assim, aqui vai uma lição de como levar o cão a passear!

VAI PASSEAR O SEU CÃO? ENTÃO LEIA...

PASSEAR O CÃO

Os cães precisam de espaço para a prática diária de exercício físico e satisfação das necessidades fisiológicas. Essa actividade é, na grande maioria dos casos, realizada em espaços públicos, tais como passeios, parques e jardins, locais muito frequentados por crianças e idosos. Para além de poderem transmitir doenças, os dejectos são causadores de maus odores e aspecto desagradável, pelo que os donos dos animais têm de os apanhar usando para isso um saco plástico que deverão levar consigo de casa quando vão “passear o cão”.

Como deve proceder com os dejectos:

- Introduza a mão no saco plástico como se se tratasse de uma luva;

- Apanhe os dejectos;

- Revire o saco de forma a que os dejectos fiquem no seu interior;

- Dê um nó na extremidade do saco e coloque-o numa papeleira, num contentor público ou no chão, junto com os outros resíduos sólidos urbanos, dentro do horário de deposição destes.

 

COIMAS

Poderá ser punido(a) com coima graduada de 49,88 € até ao máximo de uma vez

o salário mínimo nacional se:

- acondicionar de forma insalubre ou não hermética os dejectos de animais;

- deixar que os canídeos defequem em espaços públicos a menos que o dono ou acompanhante do animal remova de imediato os dejectos, excepto se se tratar de uma pessoa invisual.

SE VAI PASSEAR O SEU CÃO, NÃO SE ESQUEÇA DO SACO PLÁSTICO E COM

ELE APANHE OS DEJECTOS.

COLABORE NA LIMPEZA DA CIDADE!

MANTENHA A SALUBRIDADE DE:

- ESPAÇOS VERDES;

- PASSEIOS;

- PRAÇAS.

publicado por SoniaGuerreiro às 15:54
tags: ,

comentários:
Quando li este post senti a mesma revolta que tu. As mentalidades não avançam mas acho que a culpa também é das autarquias, que devem informar as pessoas, educar os cidadãos e vigiar os locais públicos com mais frequência.
Existe uma coima, mas nunca houve uma pessoa a pagá-la pk nas horas em que os cãezinhos andam na sua vidinha sozinhos ou com o dono, não está lá ninguém para ver... e continuamos a ter que dar de caras com os dejectos dos bichinhos que não tem culpa nenhuma.
ban-tee a 18 de Julho de 2007 às 17:16

Concordo plenamente.
Ha aqui uma mulher que mora à vontade a uns 300m da minha casa, pois todos os santos dias tem que vir por o seu "vira-latas" a aliviar-se memso em frente a minha porta, é que é sair e pizar aquela porcaria.
Tendo em conta que a madame tem um descampado mesmo atraz de seua casa admite-se que ela faça isto?

Apoio completamente essa iniciativa.
drink a 18 de Julho de 2007 às 21:37

Essa Aldeia deve ser no fim do mundo....
Paulo Sempre a 14 de Julho de 2008 às 03:29

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

19
21

25
27
28

29
31


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
blogs SAPO