12
Out 07
O que é uma perturbação bipolar? A perturbação bipolar é, vulgarmente, designada como uma perturbação maníaco-depressiva. No sentido lato, trata-se de uma doença que se manifesta através de alterações opostas do estado de humor. Ou seja, a perturbação bipolar é uma complexa doença mental, caracterizada por diferentes estados de humor que alternam entre a euforia e a depressão, intervalando com períodos normais e de relativa estabilidade. Devido à sua imprevisível natureza, a perturbação bipolar tem um impacto significativo nos doentes e na vida dos seus familiares. Estima-se que entre 25% a 50% dos doentes com perturbação bipolar tentam o suicídio, sendo que em 10% a 20% as tentativas são bem sucedidas. Esta é uma das taxas mais elevadas no âmbito das perturbações do foro psiquiátrico.
Quem são os mais afectados pela perturbação bipolar?

A perturbação bipolar é uma doença crónica que afecta entre 1,3% e 1,6% da população mundial, sendo mulheres e homens igualmente afectados. Na maior parte dos casos, a doença é diagnosticada entre o grupo dos jovens adultos.



Quais as causas da perturbação bipolar?

Os doentes com perturbação bipolar aparentam falta de estabilidade na transmissão dos impulsos nervosos ao cérebro, tornando-se, por isso, mais vulneráveis ao stress emocional e psíquico.

Além do mais, experiências e vivências com stress e doenças do foro psíquico podem conduzir à perturbação bipolar, sendo que algumas pessoas consideram que certos eventos ou situações podem culminar numa situação de doença bipolar.

Os estudos sobre a doença parecem inclinar-se também para a possibilidade de existir uma componente genética na ocorrência da perturbação bipolar: um estudo revela que 13% das pessoas com perturbação podem tornar-se bipolares.



Como diagnosticar a doença bipolar?

70% das pessoas com perturbação bipolar são mal diagnosticadas. Por outro lado, há doentes que têm sintomas durante cerca de 10 anos até serem correctamente diagnosticados. Diagnosticar uma perturbação bipolar pode ser muito difícil por diversas razões. Ou porque muitas pessoas recusam procurar ajuda, deixando agravar os sintomas, ou porque muitos relatam um episódio único da doença sem considerar alterações de humor prévias.

Neste contexto, os doentes podem ser mal diagnosticados e ficarem sujeitos a tratamentos inadequados, o que pode resultar no agravamento dos sintomas e, consequentemente, noutras tantas alterações do humor.



O que é um episódio de mania? Quais os sintomas?

Mania é um período anormal e persistentemente elevado de um estado de humor expansivo ou irritável. É quase sempre acompanhado por uma percepção irreal das capacidades humanas, aumento da capacidade sexual, alucinações e abuso de álcool e drogas. É comum o doente com estes sintomas lidar com hospitalizações e problemas familiares e, em alguns casos, falências ou prisão. Eis alguns sintomas:
- Estado de euforia, optimismo exacerbado e auto-confiança;
- Decréscimo na necessidade de dormir sem sentimento de fadiga;
- Grandes desilusões, sentido inflaccionário da importância das coisas;
- Excessiva irritação, comportamento agressivo;
- Aumento das capacidades físicas e mentais;
- Discurso rápido, ideias irreflectidas, impulsividade;
- Raciocínio pobre, distracção;
-Comportamentos irreflectidos, tais como embriaguez, decisões de negócio desastrosas, condução imprudente e leviandade sexual;
- Nos casos mais graves, alucinações.



Quais são os sintomas de um episódio depressivo?

Existem vários sintomas:
- Prolongada tristeza ou inexplicáveis momentos de choro;
- Significantes mudanças nos padrões de apetite e padrões de sono;
- Irritabilidade, fúria, preocupação, agitação, ansiedade;
- Pessimismo, indiferença;
- Perda de energia, apatia persistente;
- Sentimento de culpa, demérito;
- Incapacidade de concentração, indecisão;
- Incapacidade de retirar prazer das actividades diárias;
- Inexplicáveis dores e sofrimento;
- Frequentes pensamentos sobre morte e suicídio.


Fonte: Pharmaedia
publicado por SoniaGuerreiro às 11:07
tags:

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
16

21
22
23
26
27

28
29


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
blogs SAPO