12
Mai 09

O Ministério das Finanças assinou um protocolo com vários bancos, com o intuito de apoiar os desempregados com dificuldade em pagar o crédito à habitação. Esta linha de crédito vai permitir reduzir a prestação mensal em 50%, por um período máximo de dois anos.

Esta medida, que foi anunciada pelo Governo em Março, visa minimizar os efeitos da actual conjuntura económica, garantindo aos desempregados uma redução dos encargos com o crédito à habitação.

Em comunicado, o Governo informa que o valor das prestações poderá ser reduzido para metade, caso o crédito tenha sido contraído até 19 de Março de 2009, abrangendo todos os créditos à habitação própria e permanente.

Este protocolo foi assinado com a Caixa Geral de Depósitos (CGD), Millennium BCP, BES, BPI, Montepio Geral, Barclays e a União de Créditos Imobiliários (UCI). Encontra-se ainda em curso a adesão do BANIF, Finibanco, Caixa Central e Banco Português de Negócios.

Com o protocolo assinado, esta medida entra em vigor após o aval do Presidente da República.

 

In Portal do Cidadão

 

________________________.._____________________

 

A mim, dava-me muito jeito, estou desempregada desde o dia 31 de Dezembro de 2008, e isto de estar desempregada, tem muito que se lhe diga. O valor que recebo do Desemprego, é uma vergonha, mas pronto, é o pais que temos, tenho que me aguentar á bronca, pagamos uma vida inteira seguros relativos ao credito á habitação, e não nos servem de nada, só se morrermos, nem do que pagamos, usufruimos em vida.


Melhores dias virão!!!

 

publicado por SoniaGuerreiro às 10:41

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Visitas
blogs SAPO