25
Jun 07

As crianças, quanto mais jovens, mais sensíveis são ao sol, porque a sua pele é mais frágil.

Queimaduras solares sofridas em criança duplicam a hipótese de vir a desenvolver-se cancro cutâneo na idade adulta.

O perigo de cancro cutâneo começa com a primeira exposição ao sol e os efeitos nocivos acumulam-se ano após ano.

A maioria das pessoas, ao completarem 18 anos, já receberam mais de 50% de radiação e dos danos causados pela exposição ao sol de uma vida inteira.

É sua responsabilidade proteger o seu filho do sol e para tal, aqui ficam alguns conselhos:

- Não exponha directamente ao sol os bebés até terem completado os dois anos de idade.

- Faça uma habituação progressiva ao sol e evite o período de maior intensidade solar, ou seja, entre as 11.30 e as 16.30 horas.

- Nos primeiros dias de praia, as crianças devem ser protegidas com uma camisola de algodão, com chapéu de abas largas (que proteja o rosto e orelhas) e calção ou fato de banho. A roupa deve ser mantida seca.

- A areia da praia nem sempre está limpa. Para evitar risco de irritação, ou infecções cutâneas, evite deixar a criança toda nua na praia.

- Utilize sempre um filtro solar de factor de protecção adequado à criança, que deve ser aplicado meia hora antes de ir para a praia e reaplicado regularmente, consoante as necessidades (número de banhos, transpiração...)

- Examine frequentemente a pele das crianças para verificar o aparecimento ou alteração de sinais existentes.

- Tenha cuidado especial com as crianças que têm sinais, cicratizes ou "manchas". Nestes casos utilize sempre um factor de protecção mais elevado.

- A criança deve beber muita água para se evitar uma desidratação.

- Não se esqueça a protecção das mãos, orelhas, nariz, lábios e área em redor dos olhos.

- Atenção às actividades ao ar livre (desporto e "brincadeiras").
Aplique sempre um protector solar.

Em caso de queimadura solar ligeira
QUE FAZER?

Com uma queimadura deste tipo, é aconselhável ficar um ou dois dias sem apanhar sol, pelo menos na zona afectada, até a pele acalmar.

Aplicar compressas de leite frio alivia os sintomas. Deve aplicar-se um bom hidratante.

Se houver bolha ou se a queimadura for mais grave pode ser necessária medicação, pelo que deve consultar o médico.

Há perigo de ter ficado com uma insolação.
Outros sintomas da insolação são desidratação, dor de cabeça, tonturas, vertigem, vómitos, falta de ar e aumento de temperatura corporal.

É muito importante beber líquidos (água, leite, chá e sumos naturais) em grande quantidade e à temperatura ambiente. Em caso de insolação, o tratamento deve ser conduzido por um médico.

 

In Saúde Sapo

publicado por SoniaGuerreiro às 17:41
tags:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11

17
19
20
21
23

24
26
28
30


subscrever feeds
Email
ainosccguerreiro@sapo.pt
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO